Meus Batons da Dailus | #VEDA7

No #VEDA de hoje, vim mostrar minha coleção de batons da Dailus. Gravei alguns vídeos mostrando coleções minhas pra esse VEDA, mas acho importante abrir um parenteses pra falar um pouco sobre o consumo desenfreado e o acúmulo de coisas.

Não sei se com você é a mesma coisa, mas eu adoro assistir vídeos de tour e organização de penteadeiras, inclusive fiz alguns pro canal. Algumas pessoas tem praticamente uma filial da Sephora dentro de casa, com tanta maquiagem que nem em duas vidas seria possível de gastar.

"Meninas, lembrando sempre que a maioria das coisas eu ganho, tá? Vocês não precisam de tudo isso" é praticamente um lema que algumas youtubers se sentem na obrigação de anunciar logo que o vídeo começa. Penteadeiras abarrotadas de produtos, dos mais caros aos mais baratinhos, enche os olhos. Querendo ou não, a gente tem essa curiosidade natural de bisbilhotar, saber se a fulana organiza as 45 bases dela em pé, se os 600 blushes são organizados por acabamento ou se os batons líquidos não convivem com os em bala. É normal querer ver, sabe? É quase terapêutico.

Eu falei do lema que elas anunciam, mas é importante. As grandes youtubers, principalmente as que moram nos Estados Unidos, praticamente não gastam um centavo com maquiagem. Como elas influenciam seu público e tem opiniões relevantes no mundo da maquiagem, as marcas enviam pela divulgação. Então fica lá, aquele quarto todo dedicado só à maquiagem, vídeos de makeup vanity tour de quase uma hora...e elas provavelmente usam 1/5 daqueles produtos. Mas não é culpa delas, nem das marcas que mandam sem parar todos os lançamentos. É assim que o mercado funciona, quem tem influência recebe o produto e passa pro público-alvo. Compra quem se interessa, às vezes por necessidade ou às vezes só por ter o produtinho que a fulana jurou que é incrível.

O que é importante pra mim e pra você, que provavelmente paga suas próprias maquiagens, é sempre saber balancear. Comprar o que quer mesmo, o que precisar de verdade, e saber se realmente precisa ser aquele produto caríssimo. Vale procurar pela internet opiniões sinceras e até mesmo comparação com produtos mais em conta (como o corretivo da NARS, vi um blog dizendo que o da Natura Aquarela tinha uma qualidade idêntica, e realmente. Só que o da NARS beira os R$200,00 e o da Natura não chega a R$30,00. Fora que a Natura é uma marca cruelty-free).

Outra coisa importante é evitar acumular. Ninguém aqui tá livre de compras por impulso, o último batom que citei no vídeo comprei pra uma maquiagem específica e nunca mais usei. Mas é importante ter a consciência de que maquiagem tem prazo de validade, e é coisa que você aplica na pele. Não dá pra fingir que não leu que já tá vencida. Se você não usa mais, doa. Se usou pouco ou não usou e quer um lucro, venda. Fique só com aquilo que você realmente usa. E se tiver dúvidas se o produto deve ficar ou ir embora, faz igual eu faço: se não uso em um mês, falta não vai fazer.

Besocas.

Facebook | Instagram | Pinterest | YouTube

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo