Tá acabando

Já estamos no dia 10 de Dezembro, esse ano voou e todo mundo já começa a fazer aquele balanço de como foi 2014.

Pra mim, 2014 foi um ano de mudanças, bem cheio de coisa mesmo. Claro que nem tudo são flores e alguns obstáculos apareceram, mas se eu for comparar com coisas ruins que aconteceram em outros anos, não foi nada.
Digo que foi ano de mudanças porque muita coisa mudou em mim, eu mudei pra todo mundo. Comecei a ver quem realmente se importava comigo, por exemplo. E quanto ao resto que nem sabe se tô viva, eu já mandei pro meio do inferno (mas desejo tudo de bom e que nunca precise de mim, porque se precisar...). Chega a ser ridículo olhar pra trás e perceber o tanto de tempo que eu perdi com gente desnecessária, que não queria saber de mim e sim do que eu posso oferecer. Às vezes é bom ter uns trancos pra filtrar todo mundo que entra na sua vida, quem continua e quem vai pro lixo. Essa foi uma das coisas que eu aprendi a fazer, perdi o medo do que iam pensar e fiz. Tô fazendo e vou fazer sempre.
Quando você faz questão de se relacionar com pessoas que só te puxam pra baixo, você nunca sai do fundo do poço. E o que mais tem é isso: """"amigo"""" que tá ali com você desejando seu fracasso.
Mas uma hora tem que acabar, né? Não dá pra confiar nossa felicidade nas outras pessoas, ainda mais nessas que não são nada confiáveis.

À quem tem carinho por mim, obrigada por tudo e eu sempre vou fazer de tudo pra que receba o mesmo em troca.
Ao resto...ah, é resto.

Besocas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo