Nós deveríamos ser mais Sue Heck

Antes de começar a ler esse post, caso você não saiba quem é Sue Heck: da série The Middle, Sue Sue Heck (o nome do meio dela também é Sue) é a filha do meio de Frankie e Mike, irmã de Axl e Brick. Sue tenta fazer de tudo, desde clube de xadrez, jogar tênis, vôlei, ser uma líder de torcida...mas ela sempre perde. A única coisa que ela não perde é a vontade, a fé nas coisas e nas pessoas e não desiste nunca. E nem vê o lado ruim de nada, absolutamente nada.


Sue é muito inocente, quase não tem malícia (na verdade não tem malícia nenhuma). Entre seus interesses, estão o crosscountry, os filmes Crepúsculo, em especial Taylor Lautner, Glee, One Direction e Justin Bieber.


Sue queria ser líder de torcida. Se inscreveu, fez todos os testes e até foi chamada, mas depois descobriu que foi um engano e não passou. Ficou triste por minutos, mas logo decidiu criar uma coisa só dela: as wrestlerettes, líderes de torcida pros lutadores. Aceitou as meninas que se inscreveram e organizou os treinos pra que todas pudessem comparecer. Ela não desiste, vê uma oportunidade e aproveita.


Pra entrar pra equipe de cross country, ela só tinha que completar três voltas na quadra da escola. Mas dias antes, ela foi atropelada por um veado e teve que andar com a ajuda de muletas. Mesmo assim, Sue foi dar suas voltas.


Debaixo de chuva. Com a muleta quebrada. Ela foi, porque queria conquistar. E conseguiu.


Sue ama a família, e faz sempre o possível pra passar o máximo de tempo com eles. Mas seu pai acaba sempre dando mais atenção aos outros filhos, e tudo piora quando, num verão, ele diz que Axl é seu filho favorito, por ele ser bom em esportes. Sue, decepcionada, resolve mudar a cabeça do pai, e pra isso planeja todo tipo de coisa com ele. E ainda monta um diário de verão com todas as aventuras.


O primeiro namorado da Sue foi o Brad. Eles se conheceram na escola e começaram a namorar perto da Ação de Graças. Mas o Brad não era um namorado comum: ele nunca tinha a beijado. E ele passava gloss nos lábios. E ele era muito ligado nos tecidos das camisas do Mike Heck. Sue acabou terminando com ele depois do Natal, quando o pegou atrás duma moita com um garoto...fumando.
Mas ainda sim, ele segue sendo o melhor amigo dela, não se desgrudam e se ajudam.


A melhor amiga dela é a Carly. Antes, Carly usava aparelho nos dentes, não cuidava dos cabelos e usava óculos fundos. Um dia, ela tirou o aparelho, arrumou os cabelos e tirou os óculos. Mas Sue continuou do jeitinho dela, e percebeu como era difícil ser uma adolescente, constantemente julgada pela aparência. Carly era assediada, e Sue sobrava. Mas ela nunca ligou, ficava muito feliz pela amiga e apoiava.


O que ajuda a construir o caráter de Sue, é o site Kickin' Teen Style.Com, e o reverendo TimTom. TimTom também é cantor, e entende os adolescentes. Quando Sue tem um problema, é a ele quem ela recorre. Com músicas e conselhos, ele a ajuda, e Sue segue a palavra dele à risca.


Sue tenta de tudo. Falha em quase tudo. Mas nada, absolutamente nada a fez perder as esperanças. Ela é incansável.
De todas as situações, ela consegue tirar um saldo positivo de tudo. Vê sempre o lado bom das coisas, espera sempre o melhor de todo mundo. E se acaba se decepcionando, nem liga, não fica remoendo e segue sua vida, movida pela vontade de ser feliz.


Mesmo quando não parece ter solução, ela não desiste. 



Eu venho tentando ser mais Sue Heck, aos poucos. Relevar as coisas, focar no que realmente importa e no que eu realmente quero e deixando todas as outras coisas de lado. E se não der certo, tenta de novo.

Todos nós deveríamos ser mais Sue, as coisas seriam mais leves.

2 comentários

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo