Ninguém se importa.

Eu tenho uma amiga que vive falando que sente minha falta, por mensagenzinha de Facebook, por comentários de redes sociais, por tudo que é mais fácil. Ela tem o número do meu celular, sabe onde eu moro, tem meu e-mail, mas só em comentários é que expõe essa saudade toda. Me irritei tanto que sempre apago, porque se tem saudade mesmo, não se limita no "ai que saudades :(" de um comentário de foto.


Eu entendo de não me ligar, até porque eu não gosto de falar ao telefone, mas minha filha, você tem WhatsApp. Eu tenho WhatsApp. Existe SMS. Existe mandar um e-mail perguntando "OI VOCÊ TÁ VIVA?". Existe até carta. Eu não vou atrás, se sinto saudade faço igual fiz essa semana: caço até achar o número da pessoa pra poder falar. 

Senti saudades de uma das melhores amigas que sobrevieram comigo ao ensino médio, e sabia que tinha o número dela em algum lugar do meu quarto. Acabei achando numa agenda de 2009 que eu ainda uso pra fazer meus desenhos, e resolvi arriscar adicionando no WhatsApp. Acabou que ela lembra de mim, também tava com saudade e estamos conversando. Não doeu, só resolvi o problema saudade entrando em contato com a pessoa.

Eu dificilmente acredito em quem diz ter tanta saudade só quando muita gente vai ver. Todo mundo curte uma aprovação de gente que nem conhece, quer que olhem e pensem "nossa, como é emotiva, sente falta da amiguinha!", e eu acho isso duma babaquice sem tamanho. E por essas e outras que quando eu vejo esse tipo de comentário até em foto dos outros, eu penso "que grande imbecilidade". Ninguém se importa. Saudade não passa quando você informa a outra pessoa, sabia? Passa quando você conversa, quando você sabe o que a pessoa tá passando (o feed do Facebook não te informa isso, sinto lhe informar). 

Tô seguindo conselhos de me afastar de quem não se importa comigo, de quem não acrescenta nada. O triste é ter que me afastar de 80% das pessoas que eu conheço, e considerava alguma coisa. Mas né, como falei num outro post, é mais um episódio da série "Screw you, Bloody Marii!". Que venham os próximos.

Besos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo