De bem do bem



Ando meio nostálgica por esses dias - e odeio isso porque fico parecendo imbecil pelos cantos - e várias coisas me voltam à mente. Hoje é dia de contar uma historinha sobre amizade. Puxa uma cadeira, pega o fandangos e me acompanhe.
Quando eu era criança (uns 10, 11 anos), eu dei uma engordada. Era fofinha, não era magrelinha como há uns anos antes. Sabe, aquela engordada que algumas crianças simplesmente dão, coisa natural, já que não influenciou em nada minha saúde. E eu era feliz, tinha amigos, minha família sempre foi ótima e minhas preocupações eram mínimas. Mas sempre tem alguém...

Esse alguém no caso era uma amiga, que não era fofinha como eu. Mas aquilo, pra ela, era um motivo bem forte pra me humilhar. Uma amiga. Eu sei.
Foram anos e anos de "mas ela é gorda", ou de "é pra magra" e de risinhos irônicos vindo de quem eu considerava tanto. Acho que ela nunca percebeu como aquilo me diminuía, e eu passei anos me achando horrível, nem um pouco feliz comigo, e me podava demais por isso. Quando marcavam cinema ou qualquer outra coisa, eu escolhia a roupa mais larga, ou a que menos chamasse a atenção, pra evitar comentários maldosos da parte da minha amiga. Porque eles apareceriam. "Você é gorda pra usar isso". Dez anos. Onze, no máximo, mas eu era gorda.

Depois, o tempo acabou me distanciando um pouco dela, e comecei a emagrecer. Nunca tinha feito dieta, nunca me preocupei com isso, até hoje acho que emagreci porque comecei a trabalhar, e como meu trabalho também me fazia carregar computadores por toda uma faculdade, alguma mudança no meu corpo tinha que acontecer. Só sei que nunca me liguei em alimentação, sou o pior exemplo possível nessa área e não aconselho você a ser assim. E até hoje, não me preocupo.

Sou muito feliz com o meu corpo, e percebi que isso só acontece porque sou muito feliz com a minha vida. Também não sou mais tão próxima dessa amiga, mas enfim.

Só pensei que...quem ela pensava que era pra me dizer tanta coisa sobre mim mesma? E quem é qualquer outra pessoa, se não eu mesma, pra dizer qualquer coisa? Enfia isso na sua cabeça também, e vai viver bem mais leve, e bem mais feliz.

Besocas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo