Detox de gente chata

Uma das coisas que mais me distraem ultimamente é o Facebook. As páginas que curto me fazem rir, as postagens inocentes que agradam e etc. Mas uma das coisas que mais me irritam ultimamente é, adivinha, o Facebook.

Uma vez comentei (fora dessa vida online) que na época do orkut, pra você ser considerado legal e ter milhões de solicitações de amizade, você tinha que seguir um padrão errado. Foto com cigarro na mão, foto com bebida na mão, foto mostrando o dedo do meio, foto com o cabelo colorido e a roupa rasgada. Não importa, você tinha que quebrar alguma coisa, e se essa coisa fosse o padrão certinho, você era popular. Na época que eu tinha meu cabelo rosa, todos os dias, eram solicitações atrás de solicitações, além de scraps "vc é fake?" que eu lia. Isso sem foto com cigarro, imagina se fosse?

Não tô dizendo que essa época era uma maravilha. Era bem irritante ver menina de 14 anos que ainda brincava de barbie posando de louca que não liga pra nada fuma bebe pinta o cabelo rasga roupa e vomita em todo mundo. Nem vou entrar no assunto comunidades porque daí é mexer demais na época orkut e eu sou capaz de chorar (saudades IMENSAS do orkut).

Agora, onde eu quero chegar. Se você postasse no seu álbum **MOMENTOS...** uma foto do seu cachorrinho, seu poodle toy fofinho felpudinho, o comentário que você provavelmente ia ler, era um "oowwwwnnn que lindo!!" ou algo do tipo. Mesmo quem não fosse apreciador de poodles toy, era legal ser legal, então comentava (conceito de REDE SOCIAL, sabe?).
Agora ce experimenta fazer isso hoje, no Facebook. SEMPRE, eu disse SEMPRE, vai ter um comentário "porque você compra cachorro ao invés de adotar?" e daí vai começar o chorume. E não interessa se o seu cachorro, mesmo sendo de raça, foi tirado da calçada e posto pra dentro de casa, você é o demônio na terra porque tem um cachorro de raça, e não um vira-lata.

Hoje em dia, você tem que ser bom moço. Não tô criticando, é legal ser legal e afins, mas o negócio é parecer. Você pode compartilhar foto de ADOTE NÃO COMPRE, mas fora da tela do computador, você espanca tua mãe, mas no FB, você tem que parecer legal.
Eu digo isso porque cansei de ver gente que eu conheço pessoalmente e sei que não presta, que não liga pra ninguém e não tem respeito nenhum, mas tá lá compartilhando coisas por um mundo melhor, mandando você adotar cachorro da rua e ter dó de bandido.

Que fique bem claro: eu sou MUITO a favor de adoção, já adotei e acho maravilhoso. Mas não crucifico de maneira nenhuma quem opta por comprar um cachorro. É gosto, deixa nego comprar. Eu mesma se pudesse comprava um corgi, mas como um filhote custa R$4.500,00, deixa quieto.

Conheço caso de gente que encontrou um yorkshire na rua, doente, machucado, botou pra dentro de casa, cuidou e etc, e ainda ouve "mas você TEM que adotar". E você TEM que cuidar da tua vida. Tive vira-lata adotado, tive pinscher adotado, tive dálmata adotado, tive rotweiler adotado. Engraçado que pra mim nunca vieram vomitar regrinha. Como minha mãe sempre me disse "as pessoas sabem até onde elas podem ir".

O detox do título vem do que acabei de fazer: postou uma coisa que me irritou? Desativo atualizações. Melhor do que ficar reclamando, passando pros outros e falando "olha que imbecil". Pensando por esse lado, o Facebook é a rede mais social que existe. Você mantém o contato, mas evita a conversa.

Por essas e outras, eu sinto falta do orkut. Era legal ser errado, mas ninguém tava nem aí com a vida dos outros. Ninguém ia encher o saco falando que "cigarro mata" pro menino que segurava um na foto do perfil. As pessoas cuidavam mais de suas próprias vidas, todo mundo era mais feliz.
Muitas, muitas saudades do orkut.

Eu não fumo, não bebo, e nem fazia parte da galera que tirava fotos segurando um desses :)

Ask

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo