Sobre Corsets| Mais sobre essa coisa maravilhosa

Sempre achei que antigamente, bem antigamente, as mulheres eram bem mais elegantes, as roupas mais elaboradas e tudo mais charmoso. Não só na década de 50 e 60, com todos os vestidinhos midi e o charme pin up. Digo também na época onde uma peça era indispensável pra um ~look do dia~ elegante: o corset.


Corset, espartilho, corpete, corselet. Antes de tudo, existe diferença entre eles?
Existe, sim. Corselet é um quase corset, assim como um videogame Dynacom é quase um Playstation. Ou quase isso. O corselet é confeccionado com peças mais baratas, as barbatanas são feitas de plástico, o que não faz diminuir a cintura, ele apenas aperta. Entenderam?

O corpete é o mais simples, muitos deles nem barbatanas tem, e os tecidos são mais comuns. Aquelas lingeries que a gente vê por aí, são corpetes.

Corset e espartilho são a mesma coisa, ou seja, os dois acabam tento o mesmo 'efeito': afinam a cintura. São confeccionados com tecidos resistentes, em várias camadas, além de barbatanas verticais feitas de aço ou de alumínio (que fazem o corset ficar bem rígido no corpo), e possuem amarração nas costas, que é o controle que aperta a peça. É sobre ele que o post vai falar, hoje.


As duas primeiras fotos são de vestidos de noiva. Daí vem a Dita Von Teeese maravilhosa e um corset da Madame Sher.
Eu sempre achei corset uma coisa maravilhosa. Minha mãe, sempre que via um, corria me mostrar. Ela quem me deu meu primeiro corset, é branco, todo lindinho (tô tentando achar uma foto do Natal do ano passado, que eu usei ele, mas até o ~fechamento~ do post, não encontrei).

Nas fotos aí em cima, as duas primeiras são de vestidos de noiva. Achei que fica lindo demais o busto com corset, ou pelo menos a amarração nas costas. Dá um toque delicado, além de deixar a cintura bem fininha.
Em seguida vem a Dita Von Teese, maravilhosa. Foi difícil escolher uma foto dela usando corset pra colocar aqui (duas, na verdade, que uma ilustra o post). A peça fica muito bem nela! Alias, qualquer coisa fica bem nessa mulher, não consigo imaginar Dita feia.
Por último, Madame Sher, uma mulher que precisa ser citada aqui, e muito.


Desde 2004 (oficialmente), Madame Sher é a responsável pelos corsets mais conhecidos e lindos do Brasil. Qualquer campanha de revista, TV, ou qualquer coisa que você ver, e tiver um corset ali no meio, é dela. Pode ter certeza. 

Com um corset mais maravilhoso que o outro, você perde horas e horas, e a cada minuto tem um novo favorito. Pra comprar (ela faz em até 12x), você precisa passar as suas medidas, assim garante um corset com caimento perfeito.

São vários modelos disponíveis:


Você vai se assustar com os preços, afinal corsets são caros. Mas eles são extremamente bem feitos, e pense que comprando um, você vai ter uma peça de arte. 

Eu tô pensando e me programando pra comprar um Madame Sher pra mim! 

Afinando a cintura
No próprio site há algumas dicas e precauções sobre:

"Um Corset pode reduzir a cintura aproximadamente 2% a cada semana, até que você alcance uma redução de 75% da cintura original após, mais ou menos, 3 meses de uso".
E muito cuidado na hora de ir dormir vestindo seu corset!

"Para dormir com um corset deve-se tomar o cuidado adicional de afrouxá-lo de forma que fique bem confortável, tornando a apertá-lo na manhã seguinte." 
Quanto aos cm que podem ser diminuídos, varia um pouco. Veja aqui um progresso. Já vi casos de pessoas que usaram durante 6 meses e perderam 5cm de cintura.

Corsets são peças lindas, elegantes e sofisticadas. Por isso, os preços não são baixos. Não considero caro um trabalho tão bonito, e quem já comprou com a Madame Sher é só elogios (desde qualidade da peça, atendimento e etc).

Não é um publipost.

2 comentários

  1. acho lindo demais, embora não usaria. é aquele tipo de roupa que eu sempre acho que fica lindo só nos outros, hahaha
    beijo, champagne supernovafan page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que antes eu era assim: achava lindo, só nos outros. Mas foi só experimentar um pra querer usar sempre <3
      :*

      Excluir

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo