Balançando Dexter | Um Balanço da série até onde eu vi

Comecei a ver Dexter esse ano, que acabou por ser o ano final da série, que acaba em Setembro. Até então, assisti até o episódio 8 da 7ª temporada, e depois de ver muitas pessoas falando que desde a 6ª a série acabou caindo de qualidade, quis dar minha opinião. 


Depois do 'Mais informações' tem bastante spoiler, então, não acesse se ainda não chegou nesse episódio.


1ª Temporada
A apresentação do Dexter é ótima, e achei bem legal que logo de cara já tem um serial killer (outro) super ligado ao Dexter e à história dele. O serial killer que, graças à um código criado por seu pai adotivo, que percebeu seu instinto logo que Dexter era criança, só mata pessoas ruins, comprovadamente culpadas. Já dá pra saber como a Debra é complicada e boca suja (ADORO ESSA MULHER), que a LaGuerta é insuportável e que a Rita é sonsa. Desde o começo adorei o Angel e o Cody, filho da Rita, e num suporto aquela filha tonta dela, Astor. O desenrolar da temporada mostrou que a série ia ser sucesso, fazendo todo mundo saber quem é o assassino antes dos personagens, ficamos todos cúmplices do Ice Truck Killer. O episódio final foi de deixar a gente encolhido no sofá, às vezes fechando os olhos pra não ver o que tava acontecendo, e a cena finalzona do Dexter sonhando em ser ovacionado como assassino de gente ruim HAHAHAHAHA. Acho a temporada ótima, mostra que o Dexter, mesmo sem querer, tem sentimentos sim, e além desse dark passenger, ele tem um coração bom. É muito fofo ver o carinho que ele tem com os filhos da Rita, e como ele faz de tudo pra proteger essa família.

2ª Temporada
Logo no começo, um grupo de mergulhadores encontra sacos com partes de corpos humanos, que, obviamente, foram todos jogados pelo Dexter. O 'Bay Harbor Butcher' é o mais novo serial killer de Miami, mas ele só mata culpados. Forçado pela Rita a entrar num programa de reabilitação, Dexter conhece Lila, uma inglesa insuportável e com cara de porca que não lava nem as mãos, que o entende sem nem o conhecer direito. Sério, eu já detesto sotaque inglês, essa Lila conseguiu me fazer ter mais raiva ainda, e olha que eu sempre achei a Rita bem monguinha. Claro que Dexter e Rita terminam e ele vai buscar conforto no apartamento sujo da inglesa chata. O sargento Doakes pega ainda mais no pé do Dexter, porque sabe que ele esconde alguma coisa. Pra ajudar nas investigações e pegar o BHB, o agente especial Lundy (que em TBBT é o pai da Penny) chega na Miami Metro, e acaba conquistando a Debra (que tá meio chata). Dexter quer continuar matando, mas lógico que tem medo de ser pego, daí viaja pra matar um dos assassinos da Laura Moser, mãe biológica dele, junto com a Lila. Mas daí ele desiste, o cara volta atrás dele, mas foi tudo por culpa da inglesa chata, ele briga com ela e vai e mata o cara. Lila, incendiária, quer é tacar fogo em tudo. Enquanto isso, Doakes, que foi afastado do trabalho por tentar dar uma coça no Dexter, deu logo um flagrante no ruivo fofo, que jogava num rio os restos de sua última vítima. Dexter prende o Doakes, e nisso acaba descobrindo que o Harry, seu pai adotivo, meio que se matou quando viu ele matando alguém. Isso pesa, e ele fica mais confuso. Acaba que: Lila taca fogo na casa onde Doakes tá preso, ele morre como BHB, Dexter volta com a Rita, mas antes, tenta matar Lila. Graças à Debra, ele não consegue, e ela foge, sem antes sequestrar Astor e Cody, trancar no apê dela e....tacar fogo. Dexter salva geral, é o herói do pedaço, ele e Rita tão juntos de novo, Lundy vai pra Chicago e deixa Debra lá, em Miami. Dexter descobre que Lila tá em Paris, e como todos nós numa tarde, vai até lá, mata a babaca e volta pra casa, algo comum.
A temporada foi muito boa, ver o Dexter suando frio com medo de ser pego mostrou a vulnerabilidade do personagem, e que ele tem medo sim de descobrirem a outra face dele. LaGuerta ainda não se conforma com a acusação pra cima do Doakes.

3ª Temporada
Toda uma temporada desperdiçada. Essa temporada foi totalmente aleatória e sem uma história boa. O Skinner, o grande serial killer da temporada, era um figurante completamente aleatório, sem história, quase sem motivos pra fazer suas vítimas. Achei a temporada muito fraca e muito carente de história. Miguel sempre foi um personagem chato e insuportável, e tava NA CARA que ele ia ferrar com o Dexter. Rita descobriu que tava grávida e Dexter não sabia se queria ser pai. Daí depois das conversas loucas com o Harry, ele resolveu que queria sim e até casou com a Rita. Temporada imbecil, vamos pra próxima.

4ª Temporada
Começa mostrando pra todo mundo o personagem mais incrível que já passou por Dexter: Trinity Killer. Ele mata uma garota na banheira, cortando sua perna e a fazendo sangrar até a morte. Harrison, o filho do Dexter, já nasceu, e é um bebê LINDO que eu quero pra mim. Ele, Rita, Astor (que tá mais insuportável do que nunca), Cody e Harrison agora moram numa casa no subúrbio, uma família feliz, que coisa mais doce. O agente Lundy (ex-Debra, ex-pai da Penny) volta, agora aposentado, porque ele tem uma teoria de que esse assassino da menina na banheira já fez a mesma coisa antes, e ele tem até um ciclo de morte, o que faz Lundy chamá-lo de Trinity. Sério, QUE PERSONAGEM MARAVILHOSO ESSE TRINITY. Ele é pai de família, é religioso, é professor, mas mata pessoas por causa de traumas de infância. Muito genial a concepção do personagem, de verdade. Daí que Dexter queria se aproximar, com nome falso, do Trinity pra descobrir como que ele nunca foi pego e nem suspeito de nada, por mais de 30 anos. Dexter acha que pode aprender muito com ele e deixa passar umas 700 chances de matá-lo, até que vem o grande momento da série: depois que o Trinity descobre a verdadeira identidade do ruivinho, ele fica surtadinho e vai...matar a Rita. Numa banheira. Com o Harrison presenciando tudo. Maaaaas, antes do Dexter descobrir que tá viúvo, ele vai e mata o Trinity FINALMENTE. A temporada acaba com Dexter divagando sobre ele e Harrison terem presenciado a brutal morte de suas mães. Posso ser honesta? Achei foi bom que Rita morreu. Mulher chata.
Mas ó, melhor temporada até agora, e segundo muita gente,a melhor da série.

5ª Temporada
Começa na depressão do Dexter, afinal O HOMEM TÁ VIÚVO, ele não sabe como contar pra Astor e pro Cody e etc etc. Ele se fecha e não demonstra muitos sentimentos, e todo mundo acha isso estranho. Mas daí ele mata um homem espancando-o num banheiro e explode os sentimentos. A grande trama da temporada são as garotas dos barris. Todas loiras, foram espancadas, torturadas, estupradas, e depois de mortas, eletrocutadas dentro de um barril e jogadas num rio. São cinco responsáveis por isso, e Dexter acaba salvando a vítima 13, Lumen Pierce, a quem ajuda a se vingar dos responsáveis pelo seu inferno. E claro, Dexter também dá uns catas nela, principalmente depois que ela sabe que ele é um assassino, mas ela nem tchuns. Eles se vingam de um por um, e quando estão no último, Debra quase os pega, mas deixa eles fugirem. Debra, essa fofa, que agora tá de caso com Quinn. Mas no fim, a Lumen quer é outra vida, agradece o Dexter e vai embora. Pra sempre. Gostei da temporada, mas achei que muita coisa ficou sem explicar. Porque esses cinco caras faziam isso com as meninas? Isso não ficou explicado.

6ª Temporada
Adoro o Doom's Day Killer, quer dizer, como toda a história é contada. Os assassinatos são todos elaborados, as cenas são chocantes ~aquela dos cavalos no finzinho do episódio deu aperto no coração~ e a loucura do Travis Marshall é impressionante. Ele só seguia as ideias dele, pra ele aquilo que era o certo. O código dele era matar quem quer que ficasse no seu caminho, e ele matava mesmo. Dexter começa a questionar se realmente não tem fé quando conhece Brother Sam, que depois morre, o que me deixou triste. Gostava dele. Graças a essa ~fé~, ele resolve dar uma chance de Travis se redimir, o que acaba dando em nada. Os assassinatos continuam elaborados, continuam chocando mesmo, a matança é desenfreada. Até que Travis resolve que vai assassinar o Harrison, pra fechar todo o ciclo dessas mortes, mas o Dexter consegue impedir. Debra ~agora Tenente~, que descobriu que tava apaixonada pelo irmão adotivo, resolve ir se declarar (LINDA!), e, quando chega na igreja que era esconderijo do DDK, LÁ ESTÁ DEXTER ENFIANDO-LHE UMA FACA NO PEITO. E acaba assim a temporada.
Até gritei quando vi o flagra de Deb. Foi muito surreal, muito QUER VER QUE ELA TÁ SONHANDO? É o fim de uma era, é a Deb sabendo que o Dexter mata pessoas, é o apocalipse. Gostei bastante da temporada, achei que superou a 5ª.

7ª Temporada
Ainda faltam 4 episódios pra eu terminar a 7ª, mas preciso dizer que tô achando bem besta. Não tem uma história forte, aquela Hanna McKay é chata, a máfia ucraniana é muita falta de criatividade, o Quinn arriscando toda uma investigação por uma stripper que ele conhece há dias é muito forçado. Achei bem imbecil o Dexter, depois de quase matar a Hanna, se envolver com ela. E dá pra ver que ele ama muito essa tonta, mais do que amou a Rita ~outra tonta~, com quem ele CASOU E TEVE FILHO, SÓ. Dentre todas que Dexter já pegou, prefiro a Lumen. Enfim, e ninguém além do Dexter, soube da morte do Louis. Esse cara não tem família? Ninguém sentiu falta dele? Estranho, mas ainda tô no episódio 8, como já disse. E QUE QUE FOI DEB SE DECLARANDO PRO DEXTER DEPOIS DE SABER QUE ELE TÁ DE AFFAIR COM A HANNA? Me deu dó dessa desequilibrada louca. E o melhor foi ela e Astor dividindo um baseado no final do episódio HAHAHAHHAHAHAHAHAHAH Deb is not a regular aunt, she's a cool aunt.
Mas eu tô achando a temporada bem fraquinha, e já vi algumas pessoas dizendo o mesmo. Meu medo é chegar na oitava e a série acabar ruim, sei lá, olha o tanto de tempo que a gente perde assistindo Dexter!!!! Mas continuo esperançosa.

E True Blood que vai ACABAR ano que vem? Tô de luto, revoltada e nervosa com essa notícia. Quis deixar bem claro.

UPDATE: vi até o 10 agora. E quando eu achava que o negócio ia, que tinha o "Fantasma" botando fogo em tudo e que ia ser um serial killer que NOSSA AGORA VAI, o mistério todo durou 2 episódios e era um cara totalmente random, mais random que o Esfolador. Tudo isso só pro Dexter desistir de culpar o passageiro sombrio dele? Jura? Pffffffffff.

Navegue por tags

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo