Taxa de Conveniência: pra quê?

Post rapidinho e sem imagens pra falar dum pequeno transtorno na vida de quem vai à shows: a taxa de conveniência. Você já teve que pagar, e parece que a cada show que passa, mais cara ela fica. Acabei de pagar R$40,00 de taxa em cima de um ingresso já caro, e fui atrás pra saber porque é que tô pagando esse abuso.



Essa taxa é o preço que você paga por não ter ficado horas numa fila de bilheteria esperando, e nem correu o risco de perder um dia inteiro nessa fila e, quando chegou na sua vez, acabou ingresso, acabou sonhos, acabou sorrisos. Também há quem diga que esse valor é revertido pra segurança dos presentes nos shows, mas vai saber, né?!

Essa taxa é permitida pelo Código de Defesa do Consumidor, o que realmente não é permitido e já causou processo à Time for Fun é a cobrança de 20% do ingresso, o correto é um valor fixo pra todos os setores. Ou seja, o que acabei de comprar, me foi cobrado 20% do ingresso do setor que escolhi, o que tecnicamente está errado. Quem optou pelo mesmo setor, mas pagou a entrada inteira, teve que desembolsar mais R$80,00 de conveniência.

Já paguei diversos valores nessas taxas, desde o modesto R$25,00 do Green Day até o roubo dos R$40,00 dos Red Hot Chili Peppers. Lembrando que a "culpa" desses valores não é das bandas, e sim dos organizadores desses eventos.

Bom final de semana : )

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo