Aprendi sozinha: Inglês

Eu tenho muita facilidade em aprender qualquer coisa, mas também tenho muita preguiça, então isso acaba me atrapalhando um pouco na vida. Quando eu tinha meus 10, 11 anos, vi minhas notas em Inglês despencarem, e me preocupei bastante. Eu não queria fazer curso (a preguiça, sempre ela) e resolvi ir pelo caminho mais complicado, que foi o de aprender sozinha.


Antes de mais nada: não tô dizendo que aprender inglês numa escola especializada e etc seja fácil, e nem estou desmerecendo quem opta por isso, eu apenas não quis assim, e corri atrás do que eu escolhi.



Meu primeiro pensamento foi o de aprender o inglês de forma natural, não o "hello, my name is Mari and I like yellow", e foi isso que me ajudou a escolher como eu iria aprender. Comecei a prestar bem mais atenção em letras de músicas em inglês, via séries e filmes sem legenda e também aproveitava os videogames. Naquela época eu não era uma mocinha da internet, então nem me passava pela cabeça procurar por ela (eu só ligava o computador pra jogar The Sims). Entendam que eu não tô fazendo um tutorial de como aprender inglês ou qualquer outra língua sozinho, tô relatando o que aconteceu comigo.

Eu não seguia nenhuma rotina, não criava exercícios, e só consegui aprender porque realmente tive força de vontade. Quando eu falo que tenho muita preguiça, é porque eu tenho muita mesmo, e isso acaba me atrapalhando bastante. O que eu fazia era ouvir muita música em inglês, ver muito filme e muita série. Lembro da primeira vez que consegui entender uma entrevista inteira, era uma do MxPx, sei lá em qual ano, mas foi uma conquista! hahahahah.

Quando eu não entendia alguma coisa (ou não entendia nada), voltava o filme quantas vezes fosse preciso, ouvia a música de novo, repetia a cena. Uma série muito boa pra praticar o inglês, e foi boa pra mim, é Friends, que têm diálogos fáceis e os personagens não tem sotaque. Minha dica é: não tentem logo de cara com The Big Bang Theory! Aqueles diálogos com coisas físicas, astronômicas e equações são confusas demais! E eu, por exemplo, prefiro aprender com inglês americano. Primeiro porque eu odeio sotaque britânico (me deixem), segundo porque acho mais complicado de aprender (vide Skins).

Inglês não é difícil de aprender, na minha opinião, é só ter bastante força de vontade, buscar alternativas e etc. Eu realmente preferi não fazer nenhum curso, e olha que tive insistência por parte da família! Mas valeu a pena, foi uma vitória particular e que me ajuda muito na vida.

Botei Miss Spears na foto que ilustra o post porque, sinceramente, ela não é linda?! E Lucky é uma ótima música pra engatinhar no inglês. Alias, 'Oops!...I did it again' é um ÓTIMO cd pra se aprender a língua! Mamãe ouvia muito quando eu era criança, eu quis aprender, ficava olhando encarte, procurando o que significava. E me fez virar fã da Britney também. #instaCuriosiMaris

*Enquanto escrevia aqui, não conseguia parar de lembrar das propagandas da Open English, que acho que só passa na Warner. Quem mais sente até dor de vergonha alheia com aquela pérola da publicidade brasileira? HAHAHAHHAA

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo