Conhecendo Bob Gruen

Depois de dias e mais dias com posts que transpiravam amor, voltemos aos trabalhos normais. Essa semana vou fazer dois posts sobre fotógrafos que inspiram, e hoje vai ser o primeiro.
Pega na minha mão e vamos conhecer o senhor Bob Gruen?



Eu não sei vocês, mas eu, com meus 15, 16 anos, tinha uma meta de vida, que era fotografar shows. Sonhava em comprar uma câmera profissional e sair mundo afora tirando foto de um monte de banda boa no palco. Eu consegui minha câmera, e consegui fotografar uns shows (graças aos meus queridos amigos do Cueio Limão que não ligavam de ser minhas cobaias), mas o sonho acabou ficando pra trás (hoje fotografo os shows da banda do Dri, corrão ver o site lindo deles: The Disappearing Boys). Mas, quando eu ainda nutria esse sonho, eu fui atrás de referências, e a principal era o Bob Gruen (o cara que tirou essa foto que ilustra o post aí em cima). Não faz ideia de quem é ele? Vou te contar. Ele nasceu em Nova Iorque e começou a carreira fotografando o Bob Dylan. Depois dum tempinho, quando o John Lennon resolveu ficar em NY, ele virou seu fotógrafo pessoal. Ok, ainda não sabe quem é o Bob, mas você conhece muita coisa que ele fez. Pra citar alguns exemplos:

Esses são o The Clash, fotografados pelo Gruen, no alto do prédio Top Of The Rock. Em 2009, o Green Day tirou foto aí também.

Tio John, numa foto mais que clássica dele. Também foi o Bob quem tirou.

Joan Jett, das The Runaways, também clicada pelo Bob.

Tem muitas, mas muitas fotos no site dele, separadas por bandas. Pra ver tudo, acessem aqui.

Ano passado, fui à Let's Rock, exposição na Oca do Ibirapuera, onde tinha uma parte dedicada aos trabalhos dele. Eram fotos de bastidores, de shows, fotos bem raras. Uma matéria sobre a exposição aqui.

Se você pensa em seguir carreira como fotógrafo de shows, é bom conhecer o trabalho do Gruen, que até hoje fotografa, e seus cliques são únicos. Uma vez vi um documentário dele (que eu procurei no youtube mas não achei, se achar atualizo aqui!) onde vários artistas que ele fotografava comentavam sobre seu trabalho, e o Billie Joe (do Green Day) disse que o diferencial no Gruen era que você não o via fotografando o show inteiro, mas num determinado momento, quando ele sentia que sairia uma boa foto, ele clicava. E sempre eram fotos únicas, daquelas que você daria tudo pra ter tirado.

Amanhã tem post sobre Terry Richardson, aguardem!

Todas as fotos do post foram retiradas do site oficial do fotógrafo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários sujeitos à aprovação.

Topo