Época Underground

Hoje o post é nostálgico. Depois de perceber o quanto tô ficando velha, como o tempo passa e não perdoa ninguém, lembrei da minha época de adolescente (21 anos já não é mais teen, convenhamos) e de tudo o que eu fazia naquela época boa. Não que eu aprontasse horrores, sempre fui bem tranquila e caseira. Mas tinha uma coisa que eu não deixava de lado, nunca. Vamos falar sobre isso e ver que realmente, já tô uma tia?



Eu, lá com meus 16 anos, não gostava de baladas. Eu não gostava do tipo de música, sempre odiei gente bêbada e o clima desses lugares nunca me agradou. Eu não era de sair muito, preferia sempre ficar em casa, mas eu não abria mão de shows. Nem sempre eu tinha sorte de bandas internacionais virem sempre pra cá, mas eu dava meu jeito: conheci a ~cena underground~.

A moda é sua, fia

Tô fazendo esse post graças ao que ouvi ontem no ônibus: uma fofinha comenta com a outra "olha que horrível esse tênis com salto (seria o sneaker com salto). quem usa isso merece é morrer." a outra deve ter feito alguma cara de "MASOQ", porque logo a fofinha emendou "mas é, tem que morrer mesmo, morrer de verdade". Gente. A fofa mandou que a outra tinha que morrer. E morrer porque? Porque tava usando um sapato que ela não achava legal.

Cabelos coloridos e seus cuidados

Ter cabelo colorido é vontade pra muita gente. Eu já tive minha fase, passei por várias cores e por todas as desgraças que é cuidar dos fios. Mesmo fazendo muito tempo desde a última vez que pintei tudo, ainda lembro dos cuidados, da manutenção e de tudo. Vem comigo que eu vou te ensinar a ter um cabelo maravilhoso.


Tatuagem: onde dói mais?

Já falei sobre tatuagem aqui, mas hoje o meu foco é na dor. E vou me basear em mim, no que eu senti, nos lugares onde tenho tatuagem. Lembrando sempre que a dor é relativa, onde dói em mim, pode não doer em você e vice-e-versa. Vem com a tia!


Conhecendo: Kat von D

Não sei se vocês sabem, mas eu adoro tatuagens (já falei sobre aqui), e acho que tenho poucas e pretendo fazer muitas outras daqui pra frente. E não sei se vocês sabem também, mas eu sou muito fã de reality shows, e meus favoritos são BBB (me deixa ser feliz), Cake Boss, Cupcake War e L.A. Ink. E quem faz parte do L.A. Ink? Kat von D, e é sobre ela o post de hoje. Vem com a tia!

Duas dicas: crie seu app e organize seu desktop

Quer ter seu próprio app sem quebrar a cabeça com programação? Quer um desktop mais limpinho e organizado? Vem comigo que têm duas dicas ótimas hoje!


Conhecendo Terry Richardson

Ontem falei sobre o trabalho do Bob Gruen, que fotografa bandas. Hoje é dia de falar sobre outro fotógrafo, esse bem mais conhecido, que retrata moda, de um jeito bem peculiar, é queridinho de famosos e virou amiguinho da Lady GaGa. Hoje nós vamos falar sobre o Terry Richardson.

App Bloody Marii!


Gente, post extraordinário pra avisar vocês que graças ao Vivo Meu App, agora o Bloody Marii tem um...app!

Conhecendo Bob Gruen

Depois de dias e mais dias com posts que transpiravam amor, voltemos aos trabalhos normais. Essa semana vou fazer dois posts sobre fotógrafos que inspiram, e hoje vai ser o primeiro.
Pega na minha mão e vamos conhecer o senhor Bob Gruen?



Hambúrguer à dois ❤

Dia dos Namorados caiu numa quarta-feira, e isso foi uma imensa sacanagem. Muitos casais deixaram pra comemorar a data no final de semana (eu e Dri jantamos na casa dele ontem e sábado que vamos de fato comemorar). E eu resolvi fazer esse post pra dar dicas de alguns lugares legais pra vocês conhecerem. Na real, são hamburguerias. Sou fã e apreciadora de hambúrgueres e, principalmente, das maioneses que as hamburguerias oferecem. Aqui estão minhas indicações, e sempre lembrando que eu não recebo nada por indicar os locais, indico porque frequento e gosto



Recordações e sua importância ❤


Todo momento marcante das nossas vidas precisa ser lembrado, e pra isso, existem as recordações. Fotos, bilhetinhos, um guardanapo do restaurante onde você comemora algo...são muitas opções, e todas elas são importantíssimas. Daqui há alguns anos, você olha pra cada uma delas, e aqueles momentos marcantes voltam à sua mente, e vem aquele calorzinho no coração.

Músicas com coração ❤

Hoje é dia dos namorados, dia de celebrar o amor. E o que combina com amor? Música (ou não né)! Músicas inspiram (não que eu queira julgar, mas quando eu digo que músicas inspiram, não é a música da gatinha assanhada e nem da piripiripiri piradinha, ok?), como me inspirou pra fazer esse post. Foi um longo dia, meia hora pra começar a escrever. Foi só botar os fones, colocar uma música boa que a ideia veio.


...os amigos inclusos no pacote ❤

Você encontrou o momô perfeito, o namoro é lindo e você está feliz, mas os amigos dele são um saco. Complicado, hein fia?! Mas vamos descomplicar, pega na mão da tia e vamos lá.


Não é ciúme ❤


"Não é ciúme." Quantas vezes você não respondeu isso pro seu namorado/namorada, que emenda um "é preocupação". Não deixa de ser uma preocupação, de fato, mas é ciúme sim.
De acordo com os psicólogos Ayala Pines e Elliot Aronson, ciúme é "a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade." De acordo com os tumblrs, "o ciúmes é aquela dor que se dá quando percebemos que a pessoa amada pode ser feliz sem a gente.". Independente, ciúme é corrosivo, não faz bem e não é bonitinho.

À distância, com amor ❤

Semana de dia dos namorados, semana com posts especiais aqui no blog! De hoje, até o dia 15/06, só amor e amor por aqui. 

Há uns quatro anos atrás, uma amiga minha começou a namorar uma menina que morava no Nordeste. Até aí, sem problemas. Mas minha amiga morava em São Paulo. Eu não acreditava que isso poderia dar certo e até pensei "porque num arruma alguém da mesma cidade, né?!" Eis que um tempinho depois,

Pra conhecer: Psicopatas



Psicopatia
 é um transtorno de personalidade, um desvio de caráter. O esteriótipo de um psicopata é aquele cara quieto, que não faz amigos e não sabe conversar no cotidiano, mas a realidade é diferente. Obviamente, há um número de psicopatas com tais características, mas pasmem: muitos são encantadores. Para conseguir alcançar seus objetivos, eles são charmosos, amigáveis e irresistíveis. Só demonstram crueldade e a frieza depois da vítima "cair" na deles. E existem sintomas, e que podem ser notados nos primeiros anos de vida. Eles sofrem de ausência de sentimentos, tem emoções artificiais, mentem, seduzem e são egocêntricos, ou seja: pra atingir seus objetivos, o psicopata finge ser a pessoa mais perfeita do mundo.

Duas dicas: PopMarket e Silencer

Hoje tem duas dicas espertinhas, vem com a tia!


Uma dica pra quem é fã de música e fã de preços baixos e nenhuma taxa!
Fazem alguns dias que eu conheci, através de um post na page do Strokes no Facebook, o PopMarket, que é uma espécie de clube de compras especializado em música e com preços ótimos.
Pra poder ver os preços e efetuar a compra, você precisa ter um login, que é criado gratuitamente.

Três razões pra assistir: The Middle


The Middle é uma série americana, que se passa na cidade fictícia de Orson, em Indiana, e conta a história de uma família de classe média. Frankie e Mike Heck trabalham duro para criar os três filhos, Axl, um atleta irresponsável e que não gosta de estudar, Sue, uma adolescente típica e que fracassa em tudo o que tenta, e Brick, uma criança viciada em livros e com um jeito peculiar. Todas as quartas, às 22h, a Warner Chanel exibe a quarta temporada da série.

Profissões - Design e suas ramificações

Foto de http://vestphotography.tumblr.com/

Escolher uma profissão pra seguir pra vida toda é complicado. Tem que botar muita coisa na balança, e todos dizem que o ideal é seguir algo que você goste de fazer, e consequentemente te dê dinheiro (o que é verdade). Hoje vou falar sobre uma área bem ampla e que está crescendo bastante no mercado Design.

Como ir: Em Shows

Você tá com ingresso comprado pra ir num show, mas você quer que tudo dê certo? Lembre-se sempre que isso só acontece quando uma combinação de fatores acontecem também. Mais um guia desse humilde blog pra ajudar você, pobre alma, a não se perder na multidão.

Foto retirada do Instagram @greendayig

Muitos de vocês devem estar pensando "nossa, precisa mesmo fazer um guia pra ir em shows?" e eu respondo: colega, precisa. Não é todo mundo que é viajadão e especialista no assunto (nem eu sou), mas algumas dicas básicas são sempre bem-vindas. Então, pega na mão da tia e vamos lá.

Topo