Resenha do iTré! - Green Day (Parte 3 de 3)

Sei que demorei a vida pra fazer essa resenha, mas lá vai a verdade: eu não escuto esse CD e acho ele chatíssimo. Mas, é uma trilogia, eu prometi resenhar os três e tava faltando esse. Mas vou avisar que não gosto dele. Pra você ter noção, tô com esse rascunho salvo desde o dia 10 de Janeiro. Mas vamos lá.


iTré!, o terceiro e último CD da trilogia, teve seu lançamento antecipado. Originalmente, ele seria lançado dia 14 de Janeiro de 2013, mas acabou saindo dia 13 de Dezembro.
O CD começa com Brutal Love, uma música muito desenrolar de filme. Quando o casal se separa, cada um tá no seu canto pensando se vale a pena ou não ficar sem o outro e afins. Começa bem parada e tem uma evolução bacana. Entra um piano gostoso de se ouvir e kazam, tô apaixonada pela música (juro, só me apeguei à ela agora, escrevendo a resenha). A letra é bem legal, tem conteúdo (diferente das letras do anterior iDos!), o que é sempre um ponto positivo. Destaque pro belíssimo solinho vocal de Billie Joe, sempre um ídolo.
Missing You é tão adolescente, tão 90's. Simpatizei com ela quando ouvi o CD pela primeira vez, pela letra ser bem de teenage love mesmo, essas letras me agradam. Me disseram¹ que é bem blink-182, e a princípio eu não liguei essa comparação, mas agora percebo que, bem, é. Na real, essa melodia é a coisa mais Take Off Your Pants And Jack It que eu já ouvi na minha vida. Mas curti o solinho de baixo do Mike, sempre bom o Green Day relembrar que tem um baixista de qualidade na banda.
8th Avenue Serenade começa num misto intro de Stay The Night (do iUno!) + Ocean Avenue (da banda Yellowcard). Música com 'uuh uuh uuh', que, por mais brega que seja, adoro em músicas. Cria aquele clima de flashmob em shows, onde vocês, seres detestáveis, resolvem fazer plaquinhas e levantam na hora. Não é chato não, mas se caso uma mão te atingir, é a minha. Achei uma música calma, não merece single, não merece clipe, merece ser escutada e é isso.
Drama Queen vem na sequência, com comecinho mais The Importance Of Being Idle² do que a própria. Gostei da letra, curto muito quando o Green Day descreve garotinhas nas músicas. Me lembrou bastante as músicas do Warning!, um dos melhores CDs que essa banda já lançou. A voz do Billie Joe tá melhor do que nunca, é bom aproveitarem enquanto o tio ainda tem fôlego. É uma música tão bonitinha e tão bem feitinha que merecia um destaque maior. Imagina um clipe num celeiro, um clima fazenda? Não? Então não então.

X-Kid é single oficial, ganhou vídeo oficial que você pode ver aqui. É uma música tipicamente Green Day, desde letra 'cresce pivete' até toda a sua melodia. Não sei se merecia tanto destaque assim, é uma música boa, mas sei lá, difícil entender o que se passa na cabeça desses caras. Mas vale muito a pena escutar, tem refrão chiclete que vai grudar e não vai querer sair. Sério, você vai se pegar cantarolando enquanto estiver procurando o que comer na geladeira ou até mesmo quando estiver no banho.
Sex, Drugs & Violence tem um comecinho que me lembra Let Yourself Go, do iUno!. É uma música boa, me agrada. E atentem que MIKE DIRNT CANTA!!! Voltando, a letra não tem nada de libertina, ela aliás é ótima (menos aquele refrão bem meia boca). Gosto da melodia dela, bem rápida e com a voz mais gritadinha do Billie Joe.
A Little Boy Named Train me lembra o Warning! também (escutem esse CD, é realmente um dos melhores da carreira da banda). Gosto dessas músicas tipicamente Green Day, mas ALBNT não tem tanta graça assim. E esse panic!atthedisquismo de títulos de música? Pode passar?


Amanda é a melhor música desse CD. A letra é pruma namoradinha antiguinha do Billie Joe, que chamava Amanda (juro). Na letra ele se desculpa por não ter sido um homem com ela, lamenta erros do passado e admite que hoje os dois estão diferentes e afins. Eu adoro a melodia dessa música, e por favor, merece um clipe decente (nunca mais ohlove os fãs). Me lembra bastante as musiquinhas do The Wonders (vocês sabem, aquela banda fictícia daquele filme 'The Wonders - O Sonho Não Acabou'. Não sabe? Corre achar trailer porque o filme é uma graça.). Sá pra ouvir no repeat e sério, alguém enfia na cabeça deles que essa música daria um clipe lindo e seria um single maravilhoso?
Walk Away é outra que eu adorei. Me disseram¹ que lembra uma música do The Who, que eu obviamente nunca vou lembrar o nome. Gosto das músicas onde o Billie inicia sozinho, e o resto da banda acompanha a partir do refrão (vide F.O.D., uma das melhores músicas deles). Ao vivo, essa música deve ser ~não consigo pensar num adjetivo bom o bastante então vou usar~ maravilhosa. Aguardo ela em setlists de shows pelo mundo afora (e Brasil).


Dirty Rotten Bastards é uma música gigante. Só se faz Jesus Of Suburbia e Homecoming num CD (American Idiot, no caso) na vida, banda. Obrigar fãs a aguentar mais uma música gigante, e dessa vez com uma qualidade bem inferior, é judiação. O comecinho é tão 'bebi na fonte de Homecoming' que enjoa. É meio música de quem tá cantando com uma garrafa de rum na mão, sabe? Se tivesse um clipe, pra ter coerência, era pra ser com piratas comemorando um grande tesouro (eu viajo, me deixem). Daí que seguimos pruma parte da música totalmente diferente da primeira que é a coisa mais Cueio Limão Hardcore do Mato já vista. Nem sei qual música deles uso pra comparar, porque é muitas numa só. Mas o clima de pirata comemorando continua. No momento, penso 'mas que música chata', no aguardo da próxima parte. O lado bom disso tudo é que, novamente, ouvimos o baixo do Mike. Ainda tá no minuto 04:13. Agora é uma parte meio Natal, meio final de Homecoming, meio tristinha. Voltamos pra coisa pirata, ela vai nos perseguir. Agora tem uma parte que é tão Beatles que você se pergunta se não tá escutando um tributo (eu juro). CABOU, PARTIU PRÓXIMA.
99 Revolutions tem comecinho de bateria tipo Lazy Bones (do iDos!), mas daí entra a guitarra e fica Além de Mim, Nx Zero. Mas de verdade, a música é boa. É boa pra dar o toque "o CD tá acabando e depois de lançar três num só ano, vamos ficar umas décadas sem nada novo ok? aguardem nosso DVD".
The Forgotten é a última e eu me recuso a comentar uma música chata que é música oficial de filmes Crepúsculo. Quer ver o clipe, . (nada contra os filmes, mas antes de lançarem a trilogia, a declaração do Billie Joe foi 'é uma trilogia, mas é melhor que Crepúsculo' e agora me vem com música na Soundtrack? Não me abusem.)

¹ - quem disse foi meu namorado, mas fica chatíssimo falar cem vezes num post "meu namorado disse isso, meu namorado achou isso", então vamos ficar assim.
² - Música do Oasis, Brasil.


Todas as fotos desse post e dos outros dois falando sobre a trilogia são de minha autoria. 
Topo